Como entender melhor os seus gastos e custos.

 Entenda como classificar os gastos que existem no dia a dia da operação e como isso pode elevar o nível de sua gestão, entendendo melhor os custos de sua academia.

Se eu te falar que nem toda a dívida é ruim, você acreditaria em mim? 

Administrar um negócio não é uma tarefa fácil. Devido à pressão por resultados positivos e a falta de conhecimento, alguns gestores acabam tomando decisões equivocadas. Por isso é muito importante entender como classificar seus gastos para conseguir mudar o modo com que tomam suas decisões. 

A contabilidade nos trás algumas noções de como podem ser classificados os gastos de uma organização e para conseguir entender como gerenciar seus gastos, precisamos primeiro entender como classificá-los. 

Primeiro de tudo, precisamos entender que todo o sacrifício financeiro que tem para atingir o objetivo do seu negócio é um gasto. Esse gasto pode ser classificado em 4 categorias:

     ◽️ Custo: todo gasto relativo a bem ou serviços utilizados na produção, no caso da academia seria a prestação de serviço ao seu cliente, a operação. ▶️ Exemplo: salário dos professores, manutenção das máquinas, limpeza do salão, a luz que os equipamentos gastam e por aí vai.

     ◽️ Despesa: seria o bem ou serviço consumido diretamente ou indiretamente para a obtenção de receita. ▶️ Exemplo: todo gasto relacionado a venda e ao marketing, como o salário da recepcionista, a limpeza do escritório, a luz do escritório, telefone fixo ou celular, contador, tarifas bancárias, material de escritório, por aí vai.

     ◽️ Perda: gasto que é imprevisto e que não traz retorno algum para a empresa. ▶️ Exemplo: quando uma academia vende produtos, e esse produto vence e tem que ser jogado fora outro exemplo seria uma chuva que alaga a academia e danifica os equipamentos, isso entra como perda.

     ◽️ Investimento: É um gasto ativado, ou seja, tudo aquele gasto que visa uma expectativa de geração de benefícios futuros para aumentar os lucros. Podemos ter como exemplo a aquisição dos equipamentos.

❗️ Observação:  tem  gastos que podem  ser tanto um custo como uma despesa, como por exemplo, a sua conta de luz. Neste caso tem-se que fazer o rateio dessa conta, ou seja, fazer a separação do gasto de acordo com o departamentos ou segmentos para conseguir discernir entre custo e despesa, neste exemplo, se não sabe como ratear essa conta, pode atribuir onde há o maior uso. 

Colocando esses conceitos em práticas no EVO:

Agora sabendo como classifica seus gastos, ficará mais fácil criar seus centros de despesa e receita a partir dessa classificação. Os centros de despesas/receitas permite separar seus pagamentos dos recebimentos.

          🔼 Falando em relação ao centro de receita, se a sua academia trabalha com contratos diferentes, podemos criar centros de receita "pai" referindo-se a vigência dos contratos e colocar centros de receita "filho" com a descrição dos seus contratos.

           📌 Também é possível criar centros de receita por tipo de contrato, de modo a analisar quais contratos tem mais aderência, quais mantém o cliente na academia e os produtos agregados que podem ser vendidos com o contrato. Com isso conseguirá depois visualizar quais contratos estão gerando mais receita para você. 

Com essa informação, se estiver em uma situação em que deseja parar de vender um contrato, conseguirá saber o quanto de receita ele traz para você.

          🔽 Já os centros de despesa, pensando na classificação de gastos, podemos criar centros de despesa "pai" referindo-se aos departamentos, assim conseguirá discernir quanto está gastando na operação, onde está gastando e se esse valor impacta em seu lucro.

Fazendo isso você poderá analisar quais são as contas que mais impactam e poderá criar planos de ação para melhorar seu desempenho.

Encontrou sua resposta?