A venda no débito recorrente cobra do aluno mensalmente o valor da parcela, com isso você não compromete o  limite do cartão do aluno. Então todo mês é como se você realizasse uma nova venda para o aluno. 

📌Exemplo: Fiz a venda no dia 📅 23/07, recebi a primeira parcela em dinheiro. A segunda parcela vai ser cobrada do aluno no dia 📅 23/08 e vou receber em minha conta bancária dia 📅23/09.
 ❗️Isso de acordo com o acordo com sua adquirente, neste exemplo o acordo com a adquirente é de C+30.

  • Isso acontece porque no dia 23/08 o sistema manda os dados de cobrança para o cartão do aluno, como se você estivesse realizando a venda naquele instante. Resumindo, a segunda parcela você receberá após 60 dias da venda.

🛒 No ato da venda de um contrato recorrente, só lhe será apresentado a primeira parcela. ▶️ Se for um contrato com vigência, o sistema lançará as demais parcelas ao concluir a venda.
⏩ Se o plano for um recorrente mensal com tempo mínimo de permanência, o sistema apresentará no ato da venda, o valor das parcelas referente ao tempo mínimo que o aluno precisa permanecer e só após essa duração começará a valer a recorrência. 

📌Exemplo: O plano recorrente mensal foi configurado com tempo mínimo de 3 meses, com valor mensal de R$100,00. No ato da venda o sistema vai considerar:
Duração do plano: 3 meses valor total a pagar no ato: R$ 300,00. Só após o 3º mês que o sistema vai começar a cobrar a recorrência no cartão do aluno.

❗Descontos aplicados no ato da venda para um contrato recorrente, só entrarão na primeira parcela, caso queira que o desconto seja aplicado em todas as parcelas, é necessário entrar na tela de contratos do cadastro do aluno. Veja mais detalhes clicando no artigo abaixo:

💲 Receba a primeira parcela da maneira que desejar, apenas os recebimentos seguintes entrarão como recorrência.
Uma das formas de cobrar esta primeira parcela do aluno é com a opção de Transação online. Se quiser entender melhor como funciona, acesse o artigo abaixo:

 

Encontrou sua resposta?